12 novembro 2007

O propósito

De há algumas semanas para cá que ando a debater comigo mesmo qual é o propósito do Blodasse. Penso se já cumpriu o seu objectivo, tento entender se há algum objectivo sequer. Olhando para as coisas que se escreveram aqui, é notório que o Blodasse começou por ser um blog de disparates e tem-se vindo a transformar lentamente num repositório de ideias, desabafos e episódios pessoais.

Não sendo exactamente o que eu imaginei originalmente e estando longe do que eu gostaria que ele viesse a ser, o Blodasse tem, na minha opinião nada tendenciosa, o condão de me ajudar a arrumar as ideias e de ser um palco e o meu feitio impele-me sempre a procurar um palco onde possa ser o centro das atenções por um momento. Não é defeito, é feitio.

Portanto, fazer o quê? Por um lado não faz muito sentido ter o meu blog pessoal em exclusivo para as futilidades pessoais, por outro sinto a necessidade de ter um espaço exclusivamente reservado ao desenvolvimento de jogos que convinha manter afastado. Uma opção mostra que não há heróis, a outra oferece profissionalismo.

Opiniões... arranja-se para aí?

5 comentários:

Raistlin disse...

Concordo.

Começou por falar de gamedev e muitos episódios pessoais e posts de opiniões, mas tem-se transformado em algo mais sério. Os posts pessoais reduziram-se quase ao essencial e há leitores suficientes para discussões saudáveis nos comentários.

Eu acho que é um complemento ao Gamedev-PT. É um espaço em que tens a tua opinião mais marcada mesmo que o post seja imparcial, porque é o que tu escolheste falar.

Para já, acho que é esse o propósito do blog. Depois de saír um joo feito por ti aí já ganha o lado de shameless self-promotion. ;)...ou não!

PRE disse...

shameless self-promotion também é good (but I'm biased :P).

Eu acho que estás a ir muito bem com este blog. Às vezes nem passo pelo GD-PT, muitas vezes nem há por lá discussões interessantes, mas é normal passar todos os dias pelo blodasse, ver os teus posts e seguir os comentários.

É sinal que o que escreves é importante e interessante para outros. Aliás, só acho que este blog merecia uma comunidade de leitores ainda maior! Já pensaste em migrar para EN?

Tiago Sousa disse...

Complementando o que o Pre disse, já que gostavas de ter um espaço reservado so para o game dev que tal criares um blog em EN só com posts de game dev, os quais até podias por também neste blog em PT que continuaria a ser como é até hoje.

Vlad disse...

@raistlin: Eu comecei a escrever aqui sobre gamedev porque estranhamente achei (e acho) que é muito complicado discutir design no GD-PT. Quando participo ou inicio um tópico de design fico sempre com a sensação que não o devia ter feito, que me estou a armar em cromo e que não não se estuda design como se estuda coding, 2D, 3D, etc. Gosto muito da comunidade, mas no que toca a design há uma componente gamer demasiadamente vincada, aquela cena do designer somos todos. Sou apologista desde à muito tempo de um espaço reservado por convite, mas compreendo as reticências.

@pre: Já pensei em passar para inglês mas tenho medo do trabalho que possa dar. Há muitas ideias, umas minhas, outras entre mim e o Kosmic, outras entre mim e o GD-PT, outras do GD-PT. Há kilos, mas sabes o que valem as ideias... eu gostava de expandir sim, desde que conseguisse manter o tempo ocupado num minimo aceitável. Penso que é uma questão de custo/proveito. Um dos grandes sonhos e um verdadeiro puzzle de ocupação de tempo era que a parte de game design prática fosse um video blog. Now that would be cool.

Vlad disse...

@tiago: sorry dude, cross-post, mas o essencial está na resposta ao PRE.