25 novembro 2007

O Gelado

Três da tarde, aproximava-se a hora de reconfortar o estômago, os pulmões e a bexiga do Giga. Que é como quem diz, ir ao café com o Giga pela trela, beber um café e fumar um cigarro.

Mas isto não é uma história sobre o Giga, é sim, como uma pequena alteração da rotina pode trazer aquele pequeno sorriso que muda o estado de animosidade de um pequeno grupo de pessoas.

Antes de sair, diz a Sónia "'Mor... trazes-me... um gelado?" Sorri enquanto calçava os ténis. Afinal, foi o mais parecido com um desejo que experimentámos até agora. Saí e fui então proporcionar o tão merecido alivio de bexiga ao Giga enquanto me deslocava até ao café.

Chegados lá, pedi o café, um Rothmans e disse ao dono do café: "Ainda tem gelados?" ao qual ele retorquiu "Quer um gelado?", pergunta que até não espantava dado o fresco e os casacos que se viam por todo o lado. "Não é para mim, é para a Sónia."

E ele sorriu... "para a Sónia..."

O nosso feijãozinho quis um gelado. Começa a pedir cedo, o raio do catraio!

2 comentários:

Raistlin disse...

Já? Que pontaria, vai apanhar o Natal. Cuidado! :)

catinha28 disse...

eh eh eh

O rapaz já anda a fazer das suas...
É só para deixar um beijo e porque gostava de saber qual a motivo da ausencia dos meninos do forum...ai ai ai...

Beijos
Catarina