22 outubro 2007

Era um vez um feijão...

Sei lá quanto tempo vou demorar a escrever isto. Lembram-se da paulada nas costas? Está quase a fazer cinco anos que a vida nos foi servindo pauladas destas, quase todas pequenas ou pelo menos digeríveis. Assumir que havia problema de fertilidade, ver a minha mulher destroçada com pequenas coisas ou cheia de esperança no meio de dores de um pós-operatório.

Várias semanas após o último aparecimento do amigo mensal e por mera descarga de consciência, visto que infelizmente encaramos com toda a naturalidade a ausência de gravidez, decidimos, antes de contactar a nossa médica, fazer um teste.

Numa noite estive a trabalhar até às 6h30m. Deitei-me lá para as 6h45m. Às 7h25, a minha mulher salta para cima da cama a gritar: "Mor! Dois risquinhos! Dois risquinhos!" O meu cérebro tentava processar o excesso de informação. Porque é que eu mal me tinha deitado? Porque é que o cão não me deixava dormir e me lambia as orelhas compulsivamente? Porque é que a minha mulher, que sabia que eu tinha estado a trabalhar até às tantas gesticulava tresloucada? E pior... que raio eram os risquinhos que ela falava e porque é que era relevante serem dois?!

Quando entendi pelo menos a parte importante da informação consegui soltar um "Tem calma, amor, tem calma." e depois de alguns beijos e de ela sair para o trabalho dormi mais um par de horas.

Já passaram umas semanas desde os risquinhos, mas só hoje oficializamos a boa nova. Hoje vi mais dois risquinhos... eram o batimento cardíaco numa ecografia. Lá apareceram tímidos e pequenos mas firmes no ecrã a preto e branco. Pouco mais de um centímetro de um feijãozinho com batimento cardíaco e digo-vos do fundo do coração que nunca me esquecerei desse momento.

É oficial, estamos grávidos.

13 comentários:

AirDiogo disse...

Aviso desde já que esses 2 pequenos tracinhos vão ser o teu pior pesadelo nos próximos 40 a 50 anos. Não te vão deixar dormir, vão adoecer, fazer birras, cair, chorar, esfolar os joelhos... em resumo fazer da tua vida (e da tua mulher também) um verdadeiro inferno. Vão passar a ser os escravos desses 2 tracinhos.

Acredita que sei o que estou a dizer.

Mas acredita também que vale a pena e eu voltava a fazer tudo outra vez...

Parabéns.

KosmiCKhaoz disse...

Bom, já tive oportunidade de o fazer mas quero voltar a fazê-lo:

PARABÉNS!!!!

Não te posso falar da minha experiência porque não a tenho lol mas deve ser uma sensação magnífica o que estás a passar :D e (digo com consciência do que estou a dizer) tu e a Sónia merecem isto ;)

PRE disse...

Bolas... até fiquei comovido! Muitos parabéns!

Pyro disse...

Fogo, já não era sem tempo :D

Só um desejo: Que tudo corra pelo melhor :)

MUITOS PARABÉNS!!!

elf_maniac disse...

Parabéns.. As dores de cabeça que a criança te vai dar segundo se diz por ai são as dores de cabeça que mais vais gostar.
Que a sorte continue o resto da vida já que começou ;)

zeroshift disse...

Muitos parabéns pá !

Vlad disse...

Obrigado a todos. Foi um dia tão cheio de emoções que me doi o corpinho todo, parece que levei um tareão.

Raistlin disse...

MUITOS PARABENS!

Uau, que fixe! Será que assim que o médico lhe der a palmada ele vai dizer "blodasse!"? Estou curioso.

Tiago Sousa disse...

Fico imensamente contente por ti e pela tua família, tenho acompanhado a tua história desde que te conheci (que não foi assim à tanto tempo) e dava para perceber que este era uma objectivo de vida que perseguias sagazmente. Boa sorte para o resto da gravidez ;)

João Portela a.k.a. Agnor disse...

É a primeira vez que comento no Blodasse, Vlad, mas sou um leitor assíduo.

Em duas palavras,

Muitíssimos parabéns!

Mário Leite disse...

Os meus sinceros parabéns, isto realmente é uma boa nova.

Agora é organizar aí uma festita que o Vlad é que paga! :P

Vlad disse...

speechless...

GhostManZero disse...

Muitos parabéns, espero que corra tudo bem! ^^