31 agosto 2007

Designer != Player || Coder || Artist

Esta posta nasce de algumas conversas que tenho vindo a manter com alguma malta. Pessoalmente estou cansado da discussão porque se resume a uma questão de semântica e o meu esforço para explicar e partilhar aquilo que eu sei esbarra inconsequentemente nas tentativas de "provar" que eu estou errado.

O que me importuna nesta questão em particular é que a refutação vem invariavelmente de pessoas que têm o seguinte perfil: estudantes sem experiência profissional, gamers e o que realmente me perturba (e perdoem-me porque sei que alguns até lêm o Blodasse): surdos ou com sérias dificuldades de entendimento do português.

Espero que o título seja descritivo o suficiente, mas para levar a questão um pouco mais a fundo até me vou dar ao trabalho de explicar. A discussão resume-se a isto: para mim um designer não é um gamer com capacidade critica. Um designer é um designer. Exerce uma actividade de índole técnico-teórica para a qual o nível de conhecimentos necessários ultrapassam largamente o âmbito do gamer, mesmo dos mais hardcores.

A refutação é: um designer tem de jogar, logo um designer é um gamer.

É de mim ou é natural que um designer seja um gamer? Já me perguntaram durante estas conversas: "mas tu não jogas?!" É claro que jogo, mas isso não define a minha capacidade técnica. Seria o mesmo que dizer que um pasteleiro só o é porque come muitos bolos. Eu nunca disse que um designer não joga ou não é um gamer ou seja lá o que for. O que eu digo é que o designer ao trabalhar deixa o gamer à porta. Nenhum gamer, por ser gamer, tem a capacidade de fazer um jogo original, basta ver as descrições dos jogos de wanna-be designers.

Mas a bem da clareza de discurso, viremos as questões para outras áreas do gamedev. Um gamer é um programador de jogos se entender os ciclos de decisão de um jogo? Um gamer é um artista gráfico se reconhecer uma técnica de texturização? Um gamer é um músico ou um sonoplasta porque identifica um estilo, ou um VST ou uma lib? Aposto que sorriem e dizem "Claro que não!" os mais habituados a estas coisas até dirão "mesmo que saiba tem de comer muita côdea para exercer essas funções".

Então porque é que cada gajo que olha para um jogo e consegue racionalizar o seu design acha que o seu papel no mundo por preguiça, incapacidade ou senil e surda arrogância é o design? Dá tanto trabalho quanto todas as outras disciplinas, mas não, gamer que é gamer e que eventualmente considerou o gamedev percebe (acha ele) de quê? DESIGN CLARO! E eu farto de comer bolos e não sei cu de pastelaria.

Já aqui coloquei esta frase uma vez e ponho outra:

It would be nice if game design consisted of sitting around with your feet up and daydreaming about cool content and features, and I’ve met some designers who thought that was the whole job. It isn’t; they were slackers. The vast majority of design consists of figuring out the details.

São esses detalhes que um gamer não sabe, nem nunca vai saber porque nunca se educou. Quando estou a fazer design sei o que sabe um gamer porque eu sou um gamer, mas deixo essa faceta à porta porque um gamer não percebe nada de game design, nunca vai perceber.

Por isso, se querem discutir game development e game design, estou cá. Se querem balbuciar teorias sobre o que é um game designer, acabem a faculdade, estudem mais, joguem menos e façam jogos. Não me atirem com teoria que "leram na net" para refutar aquilo que eu tentei partilhar convosco normalmente por iniciativa vossa.

Este assunto morre aqui. Se acham que sou mauzinho, arrogante ou que me armo em bom, comam só as batatas que a chicha de facto é um bocadito rija, mas é só porque o animal também já é um bocado velho. Se finalmente entenderam onde gamer e designer se complementam e separam, porreiro! Fico maravilhado, mas este assunto não o discuto mais.

16 comentários:

zeroshift disse...

NOES o vlad virou programador de C++ agora até escreve coisas com OR's e Comparadores negados.. fujam !!!

Realmente das poucas coisas que já fiz, alias o meu ultimo trabalho, mandava-me "bitaiques" de coisas para por no projecto pk era giro, eu fui pondo e pondo e pondo.. e depois chegou-se ao fim e a conclusão foi "tira tudo" pk está confuso, pois o que queriam.. não pensaram com pés e cabeça.. eu programo depois não se queixem que o trabalho se atrasa pk estive a implementar features inúteis ..

gosto muito do certas conversas tipo..
Them : mete cenas !
me : sim que cenas ?
Them : Aquelas cenas giras
me : pois..

Good rant !
Cumps

Vlad disse...

Obrigado dude... :)

unwiredguy disse...

>Se querem balbuciar teorias sobre o que é um game designer, acabem a faculdade, estudem mais, joguem menos e façam jogos.

só aceitas teorias de universitarios? q fino... concelho: escreve menos no blogue e faz mais jogos.

unwiredguy disse...

e já agora, conselho escreve-se com "S" :)

elf_maniac disse...

lol. unwiredguy tens de admitir que o vlad tem razão... afinal de contas, leste isto na net.
zeroshift as coisas giras não fazem mal a ninguem:P
Força vlad continua.

Vlad disse...

@unwiredguy

Não aceito teorias de universitários por serem universitários, muito pelo contrário.

Ou não entendeste ou não me conheces, eu certamente, com esse nick, não te conheço.

Relativamente ao que eu blog ou deixo de blogar, quite simple, não gostas, come as batatas.

zeroshift disse...

@elf_maniac

As coisas giras não fazem mal a ninguém quando se sabe o que são, agora quando te dizem para "Por coisas" literalmente sem especificar o que, tens que ver que é um pouco dumb.. tipo planear o que se quer tb não custa muito, ainda por cima quando se está perante um contracto e a ganhar €€, há coisas que não são para "olha mete cenas" ..

elf_maniac disse...

zeroshift, eu tava a brincar;)

unwiredguy disse...

calma vlad, olha aí os niveis de tetosterona :D

>Não aceito teorias de
>universitários por serem
>universitários, muito pelo
>contrário.

então aceitas por n serem universitarios? erm.. ? lol

>Ou não entendeste ou não me
>conheces, eu certamente, com esse
>nick, não te conheço.

a defesa do costume, és um génio incompreendido :)

n me conheces, mas o google ajudou, n foi? :)

>Relativamente ao que eu blog ou
>deixo de blogar, quite simple, não
>gostas, come as batatas.

blogas sobre o q quiseres, desde q sigas as regras aqui no site :) mas tb n sou eu q me vou preocupar com isso.

batatas n... prefiro bife nem q seja vegetariano :p


cumps

Vlad disse...

Que raio aconteceu hoje? Chateei assim tanta gente? Atropelei velhas noutra encarnação?

Uns desencavam threads em fóruns para me amoinar, outros (ou os mesmos) mandam as bocas do costume sobre as bocas do costume.

Jovem... ou tens um propósito e tenho a certeza que temos muito para discutir de forma salutar e para aprender um com o outro, ou vais ter de escolher outro.

Mestre do pito disse...

oh unwiredguy cala a boquinha e deixa de ser infantil. Criticar uma visão pessoal de alguém é mesmo a mais baixa forma de afirmação. nao gostas do que está escrito neste blog? então põe-te a andar que ja vais tarde

zeroshift disse...

@elf_maniac

sorry men, ainda stresso um bocado ao pensar no trabalho anterior que tive, o trabalho do "mete cenas".. :(

cumps \o/

unwiredguy disse...

ó vlad, n te percebo... só comentei aquela historia dos universitários, achei q era arrogante da tua parte, n nos vamos desentender por isso, pois n?

espero q n e tenho a certeza q n, pq eram precisos dois para isso :) e eu n tou por aqui para me desentender com ng, agora n me mandes é comer batatas ;)

se ninguém comenta-se n seria o equivalente a falar sozinho?

abraço e bloga aí q eu de tempos a tempos vou dando uma olhadela.

cumps

ps: por falar em desentender: "mestre do pito", continua lá a dar à lingua, de "afirmação" e "infantilidade" percebes tu :)

Vlad disse...

Não me estou a desentender com ninguém e felizmente tenho bastantes comentários e alguns leitores assíduos do blog.

A tua entrada, particularmente nesta thread, que eu sei que chateou a cabeça a muita malta.

A verdade é que ou não entendeste o que eu disse naquela frase ou eu não me expliquei. Seja qual for, só tiraste a conclusão que tiraste porque não me conheces, senão não a terias tirado, da mesma forma que terias entendido que "comer as batatas" é uma expressão que uso com alguma facilidade.

Mestre do pito disse...

unwiredguy, acredita que percebo. tenho que aturar isso todo o santo dia. por isso segue o conselho e fecha a boquinha, pk se continuas a recuar daqui a pouco é como se nao tivesses dito nada.

unwiredguy disse...

mestre do pito... ficas a falar sozinho pq isto n é sitio para te aturar, experimenta aqueles numeros do correio da manhã, tens lá profissionais q te resolvem o problema.