05 junho 2008

Baby Game Engine

Um bébé é um sistema complexo, como um game engine e como um game engine tem coisas boas, coisas más e bugs. Aqui fica a minha apreciação, após 16 dias de teste do Baby Game Engine.

Máquina de estados: perfeita! É excelente, quando tem fome chora, quando está satisfeita sorri. Quando quer cagar chora, quando já cagou sorri. Quando está nua chora, quando está vestida sorri.

Interfaces: muito bugged. Já me disseram que a maturidade da plataforma, lá para os 30 dias de teste melhora imenso os interfaces, mas neste momento fica parada a olhar para nós, como quem diz: "Não conheço essa instrução" ou, em na linguagem deste game engine "nhé".

Os eventos também estão meio quinados. Por exemplo, se as dependências forem: mama, mudar a fralda, dormir, muitas vezes passa da mama ao dormir.

Fora isso é o melhor engine do mundo...

3 comentários:

Mestre do pito disse...

interrogo-me se seria possivel colocar num jogo algum do charme que é ter uma criança, ou em versoes mais simplificadas, um animal de estimação. pelo simples facto que são completamente imprevisiveis. acho que era giro ter no computador um icone que derrepente começasse a saltar, a pedir que brincassem com ele.

Raistlin disse...

Tens o clip do MS Word.

JD557 disse...

Vlad, podias mostrar uma demo desse engine na Inércia :P

(Estou a brincar, é melhor não, lol)